Como o coaching esportivo salvou a carreira do herói da Eurocopa
1354
post-template-default,single,single-post,postid-1354,single-format-standard,mega-menu-top-navigation,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-9.1.3,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Como o coaching esportivo salvou a carreira do herói da Eurocopa

O Coaching é uma metodologia poderosa de transformação pessoal. Com ele, podemos equilibrar qualquer área da vida. Usado muitas vezes para a resolução de questões pessoais, o coaching também é uma poderosa ferramenta para quem deseja crescer profissionalmente, como mostramos neste artigo.

Há diversos aspectos que o coaching profissional pode trabalhar. Um deles é atuar como coaching esportivo, ideal para atletas alcançarem seus objetivos com planejamento e de forma estruturada. Foi por este processo que passou o herói do título de Portugal na Eurocopa. Éder, atacante português do Lille-FRA e autor do gol do título da Eurocopa pela seleção lusitana, contou com o auxílio de uma coach para conseguir traçar metas e alavancar a sua carreira que estava em decadência. 

Quando o processo de coaching esportivo entrou na vida de Éder

Dezembro de 2014. Muito criticado pela imprensa portuguesa e pelos torcedores, Éder estava sem jogar no Braga, quarta força do futebol português. O centroavante, que foi reserva da seleção portuguesa eliminada na primeira fase da Copa do Mundo no Brasil estava sem perspectivas. Até entrar em sua vida a profissional em coaching esportivo Susana Torres.

Em entrevista ao site Globoesporte.com, a coach conta o trabalho que fez com o atacante. Susana conheceu Éder através de sua filha, que ganhou uma camisa autografada do jogador. Após uma conversa com ela, a coach aceitou o desafio de trabalhar com um atleta que estava desanimado, sem um plano de futuro de sua carreira.

“Comecei a trabalhar com o Éder em dezembro de 2014, naquela altura ele estava sem resultados. Jogava no Braga, não fazia gols e o treinador não estava satisfeito com ele. Tivemos que estabelecer objetivos, porque ele não tinha”, afirma Susana.

A coach então perguntou ao jogador qual era o seu sonho. Éder respondeu que o seu maior sonho era jogar o Campeonato Inglês, também conhecido como Premier League. Também disse que acompanhava muito o Manchester United, mas que não necessariamente queria jogar lá. Sabendo do sonho de seu cliente, a profissional traçou o primeiro objetivo: em seis meses, trabalhar sua ida à Premier League.

“Eu disse para fazer disso um objetivo, dar um prazo e correr atrás. Ele ficou espantado, dizia que as pessoas não gostavam dele, a imprensa criticava. Além de duas lesões sérias no joelho. Fiz de conta que não ouvi, que não era importante.”, conta Susana.

O primeiro objetivo realizado

O trabalho árduo deu resultado. Éder mudou seu estilo de vida: Aprendeu idiomas, a cozinhar e adquiriu mais autoestima – além de marcar mais gols. Entendeu que a solução estava nele, não nos clubes ou nos empresários. Ao fim da temporada 2014-2015, o jogador teve quatro propostas da Inglaterra, e assinou contrato com o Swansea City.

Porém, a dificuldade de adaptação ao estilo de jogo inglês estava minando outro sonho do jogador: a convocação para a Eurocopa. Éder tinha jogado apenas 15 jogos pelo time, a maioria vindo do banco de reservas e não havia marcado nenhum gol.

Pediu ao clube para ser emprestado. Após ouvir a proposta do clube e o técnico falar que precisava de um homem gol, Éder se transferiu ao Lille, da França. Nos primeiros 13 jogos, 6 gols marcados e passaporte carimbado para a disputa da Euro.

“Trabalhamos outro objetivo. Ser convocado para a seleção portuguesa, para a Eurocopa. Quando chegou no Swansea era muito diferente a forma de jogar (…), foi o período em que mais se dedicou aos treinos. Mas entrou no fim de muitos jogos, e não demonstrou o que era capaz de fazer. Fizemos uma estratégia para ele ser convocado, e ele pediu para ser emprestado. Fomos nós mesmos que encontramos a solução, não tinha empresário. (…). Era tudo o que o Éder precisava. Chegou e conseguiu resultados, fazendo gols e dando assistências.”, conta a coach.

Durante a disputa da Euro, outro objetivo foi trabalhado: Ser o artilheiro da competição. Não era fácil, pois o atacante era reserva da seleção. Como esperado, atuou por poucos minutos, e antes da semifinal, Éder desanimou. Mas disse: “Quero marcar o gol da vitória na final. Acredito que a equipe vai para a final”.

“Fizemos um trabalho de foco na finalização, concentração e acreditando que ele jogaria na final.” diz Susana. O jogo era dramático para Portugal. Jogava a final contra os franceses, donos da casa e sua principal estrela – Cristiano Ronaldo – saiu de campo machucado no primeiro tempo.

A redenção do atacante e a citação sobre a importância do processo de coaching esportivo em rede internacional

Éder entrou durante o segundo tempo. O jogo acabou empatado, sem gols. Na prorrogação, o atacante recebeu a bola, avançou e chutou forte. Marcou o gol mais importante da história do futebol português, o gol do título da Eurocopa.

A coach, que a pedido do atacante estava nas arquibancadas do estádio Parc de Princes, ficou surpresa com o seu celular que não parava de tocar depois da conquista portuguesa. Ao fim do jogo, Éder, o herói lusitano citou o nome de Susana em suas entrevistas.  Após o término das entrevistas, o atacante foi até a arquibancada e disse: “Se prepara, porque eu disse o seu nome na entrevista.”  – e complementou: “Agora todo mundo vai saber que esse trabalho de coaching  é muito importante”.

Susana afirma que não trabalhou mais com Éder depois da competição. Acredita que seu cliente está mentalmente forte após o processo, mesmo ainda lidando com vaias, já que joga na França – justamente a seleção derrotada na final.

“Essa questão na França agora, depois de ter marcado o gol na final da Eurocopa, é mais fácil para ele administrar. Já passou por isso em Portugal, embora em questões diferentes. Uma por não fazer gol, e agora por fazer gols. Aquela opinião, raiva, demonstração que não gostam, ele sabe que não tem nada a ver com ele. E sim com o gol que marcou. Não é que não gostam do Éder, não gostam do gol que ele marcou na França. Ele entende e aceita, mas é claro que incomoda um pouco.”, afirma Susana.

Como vimos, os objetivos traçados com o coaching mudaram a vida do atacante. O jogador, que no fim de 2014 estava desacreditado, encostado em seu clube e sem perspectiva para o prosseguimento de sua carreira, conseguiu dar a volta por cima tanto nas questões profissionais, como também evoluiu em sua vida pessoal.

Também quero passar por um processo de coaching e potencializar meus resultados

Nós, da Ápice Desenvolvimento Humano, possuímos 15 anos de experiência no mercado e os melhores coaches e trainers em PNL do Brasil. Com um processo estruturado que integra vários métodos, você pode alcançar até mesmo mais de um objetivo em um processo curto e efetivo, inclusive no coaching esportivo. Conheça um pouco mais sobre a nossa maneira de evoluir pessoas.

Você pode acompanhar a importância do trabalho do coaching esportivo na vida de Éder aqui, aqui e aqui.
Tem alguma história de superação conseguida através do coaching? Conte pra gente nos comentários!

Nenhum Comentário

Comentar

X