Recebendo feedbacks com qualidade - Ápice
260
post-template-default,single,single-post,postid-260,single-format-standard,mega-menu-top-navigation,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-9.1.3,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Recebendo feedbacks com qualidade

Quando você recebe um feedback em relação a um comportamento, como você reage?  Você cruza os braços inclinando os ombros para a frente e fecha a cara? Uma emoção forte o toma a ponto de você não conseguir ouvir direito o que outro está dizendo? Já imagina que sabe o que o outro vai dizer e fica pensando nas justificativas que você criará?

A maioria das pessoas faz isso, e acaba perdendo aquilo que pode ser uma grande possibilidade de evolução.

Entender o feedback como ataque faz com que seu corpo fique pronto para a luta ou fuga automática, seu cérebro fica sem a calma necessária para um raciocínio de qualidade.

A dica é: Faça perguntas! Esforce-se ao máximo para compreender o conteúdo da crítica. Com isso sua mente tem um foco diferente e seu corpo pode relaxar.

Ao invés de tentar se defender atacando ou resistindo, procure realmente entender a comunicação que chega até você.

Faça perguntas para compreender com profundidade aquilo que está sendo dito. Só depois de compreender muito bem o conteúdo da crítica é que você poderá refletir e tomar uma decisão eficiente a respeito do que fazer, como por exemplo:

– agradecer pelos apontamentos e se comprometer em aplicá-los;
– pedir desculpas e dizer que fará diferente em uma próxima vez;
– dizer que compreende o ponto de vista do outro, mas que você vê as coisas de uma maneira diferente e explicar o porquê;
– dizer que precisa de tempo para refletir sobre a questão, etc.

Fundamental é receber a crítica com bons olhos, como uma oportunidade de crescimento para si e para suas relações, não é necessário ter razão em tudo.

Agradeça àquele que lhe dá a possibilidade de enxergar as coisas de outra maneira, de flexibilizar sua percepção do mundo e de si próprio. As pessoas que ficam com medo da crítica perdem a oportunidade de evoluir.

Nenhum Comentário

Comentar

X